Vamos começar com...


Antes de utilizar o LUCAS,
o que deve ler?

VIRAR CARTÃO

Todos os operadores têm de ler as instruções de utilização completas para terem um conhecimento total sobre a utilização, indicações, contraindicações, advertências, precauções e eventos adversos potenciais antes de utilizar o sistema de compressão torácica LUCAS.

“Ao utilizar o Sistema de Compressão Torácica LUCAS, respeite sempre as orientações locais e/ou internacionais da reanimação cardiopulmonar (RCP).”


Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 1






Quem pode utilizar o dispositivo LUCAS?

VIRAR CARTÃO

“A Jolife recomenda que o Sistema de Compressão Torácica LUCAS apenas seja utilizado por pessoas com a formação médica apropriada, tais como: Socorristas, pessoal de emergência médica, enfermeiros, médicos ou técnicos de medicina que tenham:

  • realizado um curso de RCP de acordo com as orientações da ressuscitação, por exemplo, da American Heart Association, European Council of Resuscitation ou equivalente,
  • E recebido formação específica sobre como utilizar o dispositivo LUCAS.”

Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 3.2



Quem pode ser tratado
com o LUCAS?

VIRAR CARTÃO

“O Sistema de Compressão Torácica LUCAS destina-se a ser utilizado para efectuar compressões cardíacas externas em pacientes adultos com uma paragem circulatória aguda definida como ausência de pulsação e respiração espontânea e perda de consciência.

O LUCAS apenas deve ser utilizado nos casos em que seja provável que as compressões torácicas ajudem o paciente.”


Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 2.2









Quais são as contraindicações?

VIRAR CARTÃO

“NÃO utilize o Sistema de Compressão Torácica LUCAS nas seguintes situações:

  • Se não for possível colocar o dispositivo LUCAS de forma segura ou correcta sobre o peito do paciente. 
  • Paciente demasiado pequeno: se o dispositivo LUCAS emitir um alarme com 3 sinais rápidos ao baixar a ventosa e se não for possível entrar no modo PAUSA ou no modo ATIVAR.
  • Paciente demasiado grande: se não for possível bloquear a parte superior do dispositivo LUCAS na placa posterior sem comprimir o peito do paciente.

Ao utilizar o Sistema de Compressão Torácica LUCAS, respeite sempre as orientações locais e/ou internacionais da RCP.”


Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 2.3

RCP manual e LUCAS

Chegada ao local onde o paciente se encontra

  • Inicie as compressões torácicas manuais imediatamente

  • A maioria dos sobreviventes são salvos pelas primeiras desfibrilhações. Lembre-se de analisar o ritmo do ECG antecipadamente e entre cada ciclo de RCP. Além disso, dê um choque se tal for indicado.

  • Uma RCP ininterrupta de elevada qualidade está relacionada com bons resultados para os pacientes. Trabalhe em equipas para minimizar as interrupções da RCP manual antes e durante a aplicação do LUCAS

Sabia que:

As equipas bem treinadas demonstraram que é possível fazer a transição para o LUCAS com uma interrupção da RCP manual de 7 segundos (mediano) na prática clínica.1


O que é que as Instruções de Utilização indicam em relação à RCP manual?

VIRAR CARTÃO

“Depois da confirmação de paragem cardíaca, inicie imediatamente a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) manual. Minimize as interrupções das compressões torácicas manuais durante a preparação e aplicação do Sistema de Compressão Torácica LUCAS.”


Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 5.1









Interface de utilizador do LUCAS

AJUSTAR

VIRAR CARTÃO

Este modo é utilizado quando pretende ajustar a posição da ventosa. Ao premir esta tecla, pode mover manualmente a ventosa para cima ou para baixo. Para ajustar a posição inicial da ventosa, empurre manualmente a ventosa com dois dedos na direção do peito do paciente.




PAUSA

VIRAR CARTÃO

Ao premir esta tecla, o mecanismo de compressão para temporariamente e fica bloqueado na posição inicial. Utilize esta função quando pretende parar temporariamente o dispositivo, mas quer manter a posição inicial da ventosa.





ATIVAR (30:2)

VIRAR CARTÃO

Ao premir esta tecla, o dispositivo LUCAS executa 30 compressões torácicas e para temporariamente durante 3 segundos. Durante esta pausa, o operador pode realizar 2 ventilações. Depois da pausa, o ciclo reinicia-se. Um LED intermitente, em combinação com uma sequência de sinais sonoros, avisam o operador antes de cada pausa para ventilação.

ATIVAR (modo contínuo)

VIRAR CARTÃO


Ao premir esta tecla, o dispositivo LUCAS executa compressões torácicas em modo contínuo. O LED verde irá piscar 10 vezes por minuto, indicando a necessidade de ventilação durante o processo de compressão contínua.





Sugestões de aplicação do LUCAS

Posicionar a placa posterior


Coloque a placa posterior centralmente atrás do coração. A placa posterior deve estar ao nível das axilas do paciente. As barras pretas da placa posterior devem estar alinhadas transversalmente com a área do coração e o ponto de compressão torácica central onde o profissional de RCP manual tem as suas mãos.
  • Estenda os braços do paciente (isto é, na posição de crucifixo).
  • Em pacientes corpulentos, ponha os braços do paciente para cima em direção à cabeça, para afastar o tecido adiposo.

  • Levante ligeiramente a parte superior do corpo do paciente ou rode o paciente de um lado e do outro quando colocar a placa posterior.
  • Coordene a aplicação de modo a minimizar as interrupções das compressões torácicas manuais.


Coloque a placa posterior na posição correta desde o início.

Assim, torna-se mais fácil posicionar a ventosa corretamente.

Pode utilizar o método de enrolamento ou levantamento ao aplicar a placa posterior.

Prender a parte superior


Certifique-se de que os ganchos de fixação se encontram abertos, puxando os anéis de libertação uma vez.

  • De seguida, retire os dedos dos anéis de libertação, de modo que os ganchos de fixação possam ficar presos à placa posterior.
  • Retire as roupas ou os lençóis das barras da placa posterior.

  • Os ganchos de fixação ficam presos à placa posterior com um “clique”. Puxe para cima uma vez para verificar se as peças estão fixas.
  • Para minimizar as interrupções no processo de compressão torácica manual, prenda primeiro o braço de apoio mais perto de si. Passe o outro braço de apoio pelos braços do socorrista que está a fazer RCP manual. Peça-lhe ajuda para fixar o segundo braço de apoio.



Os ganchos de fixação ficam presos à placa posterior com um “clique”.

Posicionar a ventosa e iniciar as compressões


  • Use as suas mãos para baixar e verifique a posição da ventosa no esterno.
  • Quando a ventosa se encontra na posição correta, o bordo inferior da ventosa encontra-se imediatamente acima do final do esterno.
  • Ajuste, se necessário
  • Prima PAUSA para bloquear a posição inicial
  • Prima ATIVAR (30:2 ou modo contínuo) para iniciar as compressões

Ajustar no modo AJUSTAR


  • Certifique-se de que a ventosa se encontra na posição correta sobre o peito do paciente. Caso seja necessário, ajuste a ventosa no modo AJUSTAR.

Aplicar a correia de estabilização


  • A correia de estabilização LUCAS ajuda a manter a posição correta.
  • Certifique-se de que o dispositivo LUCAS está posicionado corretamente sobre o peito do paciente durante todo o esforço de ressuscitação.


Utilizar o LUCAS

Desfibrilhação

  • Pode efetuar-se uma desfibrilhação enquanto o dispositivo LUCAS se encontra em funcionamento.
  • Coloque as compressões em PAUSA para a análise de ECG.
  • Se for indicada a administração de um choque, faça a desfibrilhação durante as compressões do LUCAS ou durante a pausa, de acordo com os protocolos locais.
  • O LUCAS pode ser utilizado em segurança com um desfibrilhador.
  • Pode aplicar os elétrodos de desfibrilhação antes ou depois de o dispositivo LUCAS ser posicionado.
  • Certifique-se de que não se encontram almofadas ou fios por baixo da ventosa.
  • Execute a desfibrilhação de acordo com as instruções do fabricante do desfibrilhador.
  • Depois da desfibrilhação, certifique-se de que a posição da ventosa se mantém correta. Caso seja necessário, ajuste a posição.

RCP durante o transporte

  • Utilize as correias do paciente para facilitar o transporte do paciente.
  • Certifique-se de que o acesso IV não fica obstruído ao utilizar as correias do paciente.
  • Não levante o dispositivo LUCAS pelas correias do paciente.


Levantar o paciente

  1. Uma pessoa de cada lado e uma pessoa a apoiar a cabeça do paciente, mesmo com a correia de estabilização colocada.


  1. As pessoas que estiverem ao lado do paciente levantam com uma mão por baixo dos ganchos de fixação da placa posterior, mantendo os dedos livres dos ganchos de fixação. A outra mão levanta a perna do paciente.

O LUCAS pode ser ativado enquanto levanta e move o paciente, se:

  • O LUCAS e o paciente estiverem posicionados de forma segura sobre o equipamento de transporte.
  • O LUCAS ficar na posição e no ângulo corretos sobre o peito do paciente.

Caso seja necessário, ajuste a posição da ventosa.


Alimentação durante o funcionamento

Como trocar a bateria durante o funcionamento


  • Tenha preparada uma bateria de reserva que esteja totalmente carregada.
  • Prima PAUSA
  • Puxe a bateria vazia para fora e depois para cima, para removê-la. Insira a bateria totalmente carregada.
  • Aguarde até que o LED verde no modo de PAUSA se ilumine.
  • Prima ATIVAR para reiniciar as compressões torácicas.

Alimentação externa para um funcionamento prolongado


  • Pode ligar a fonte de alimentação do LUCAS ou o cabo de alimentação para automóvel em todos os modos de funcionamento do dispositivo LUCAS.
  • A bateria tem de estar sempre instalada para que o dispositivo LUCAS possa funcionar, mesmo quando se utiliza uma fonte de alimentação externa.
  • Quando retirar o cabo de alimentação, não o torça, basta puxá-lo para fora a direito.

Fique a conhecer os alertas e alarmes do LUCAS

Autoteste em Ativação

“Quando o dispositivo é ligado, ouve uma sequência de sinais sonoros e o dispositivo realiza um autoteste das suas funções e do sistema de proteção.

Quando o autoteste termina, o sinal sonoro para e o LED (Light Emitting Diode [díodo emissor de luz]) verde acende junto da tecla AJUSTAR. Este procedimento dura aproximadamente 3 segundos.”


Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 2.7


Porque é que deve ativar o
dispositivo antes da aplicação?

VIRAR CARTÃO


O dispositivo realiza um autoteste em Ativação. Se o autoteste for realizado com êxito, tal significa que o dispositivo está pronto para ser utilizado. É necessário garantir que está pronto para ser utilizado antes da aplicação.





Nota

Se deixar o dispositivo LUCAS ficar no modo AJUSTAR, este desliga-se automaticamente após 5 minutos. Poderá ter de ativar o dispositivo novamente.

Se deixar o dispositivo LUCAS ficar no modo PAUSA, este desliga-se automaticamente após 30 minutos. Poderá ter de ativar o dispositivo novamente.




Atenção

Alerta de paciente demasiado pequeno


“Se o dispositivo LUCAS emitir um alarme com 3 sinais rápidos ao baixar a ventosa e se não for possível entrar no modo PAUSA ou no modo ATIVAR. Retome imediatamente as compressões manuais.”


Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 5.4

Ventosa bloqueada na posição inicial


  • Só pode ajustar a ventosa para cima ou para baixo se estiver no modo AJUSTAR


  • No modo PAUSA, a ventosa fica bloqueada na posição inicial. Se tentar deslocar a ventosa no modo PAUSA, irá ouvir um sinal de alerta.

Alerta de bateria fraca


“Quando o LED amarelo da bateria fica intermitente, execute uma das operações seguintes:  

  • Substitua a bateria por uma bateria carregada.
  • Ligue a fonte de alimentação externa LUCAS.”

Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 5.4 


Durante quanto tempo funciona
uma bateria totalmente carregada?


VIRAR CARTÃO

45 minutos =
tempo de funcionamento típico de uma bateria totalmente carregada

  • Três LED verdes: totalmente carregada
  • Dois LED verdes: bateria a 2/3 do carregamento
  • Um LED verde: bateria a 1/3 do carregamento
  • Um LED amarelo intermitente e um sinal de alarme de prioridade média: restam menos de 10 minutos
  • Um LED vermelho intermitente e um sinal de alarme de prioridade elevada: bateria vazia

  • Tem de desligar o dispositivo
    quando trocar de bateria?


    VIRAR CARTÃO

    Não, não tem de desligar o dispositivo quando trocar de bateria; basta premir PAUSA. O dispositivo memoriza a posição inicial definida e fica pronto para continuar se trocar a bateria dentro de 60 segundos.







    Indicação de vida útil da bateria

    “Quando o LED mais à direita se acende a amarelo e não a verde, a bateria atingiu o final da sua vida útil. A Jolife AB recomenda a sua substituição por uma nova.”



    Instruções de Utilização do LUCAS 3; Capítulo 2.7

    Bateria vazia - Alarme de prioridade elevada

    A carga da bateria está demasiado baixa e as compressões param. Se não tiver uma bateria carregada disponível, retire tanto a correia de estabilização como o dispositivo LUCAS e retome imediatamente as compressões torácicas manuais.


    Exemplos de outras razões para o alarme de prioridade elevada:

    • Temperatura demasiado elevada
    • Padrão de compressões fora dos limites
    • Erro de hardware

    Se o LUCAS não funcionar corretamente:

    • Retire a correia de estabilização e o dispositivo
    • Inicie as compressões torácicas manuais imediatamente

    Concentre-se no paciente e não no dispositivo

    • Se não conseguir aplicar ou iniciar o LUCAS ou se o dispositivo não funcionar corretamente, inicie as compressões torácicas manuais de imediato e siga os protocolos de ressuscitação.
    • Se o dispositivo não funcionar, solte a correia de estabilização, retire o dispositivo do paciente e inicie as compressões torácicas manuais imediatamente. Deixe que outra pessoa resolva os problemas do dispositivo.



    Sabia que:

    O LUCAS registou uma fiabilidade operacional bastante elevada em mais de 99% das suas aplicações na prática clínica.2